April222014

text

Haiku Atlântico

Na separação
de quem se ama,

Seguem juntos, 
o Mar e Ana.

April172014

text

Muito mais de mês

A vida que te puxa
me puxa,
empurra

É esperta,
nos desperta,
mas é burra.

É essa pressa,
é esse estalo.

Eu aqui e tu aí,
vivendo no intervalo.

April12014

text

Mariana, com todas as letras.

Vou te escrever, juro!
Já te disse que só escrevo balançado,
ele tem que balançar.

Quanta impaciência!
Já falei, vou escrever!

Só preciso dum sábado,
duma cerveja, dum bambolê.

Duma coleção, dum coração,
de você.

February172014

text

Mine is yours

Mine is the habit,
mine is the vice.
Yours is the taste 
of a kiss so divine.

Mine is the craft,
mine is the care.
Yours is the deepest 
breath of fresh air.

Mine is the body,
mine is the mind.
Yours is the haze
where we lose and we find. 

Mine’s the desire
for you and your dreams,
Yours are the fields
of black, blue and green.

February162014

text

Sagax

Te trago e te tomo,
teu hálito, teu ar.

Me toma de arrebate:
Te sinto encharcar.

Estou cheio, tão cheio!
Mas cheio de ar.

Da tua boca pra minha,
consigo esvaziar.

January192014

text

Permiso

É preciso se deixar querer,
É preciso não temer.

É preciso deixar que cresçam
as flores do teu jardim,
e não temer o que queremos:

Eu a ti e tu a mim.

January182014

text

Boa Luz

Carinho, calor,
Um quase-nada de amor.

Teu gosto.
Meu rosto.
Agosto.

January42014

text

Linha

Pra mim é fácil, tão fácil
fazer de tudo um drama,
e quando há só fumaça
é fácil ver logo a chama.

December152013

text

Return to Sender

Há outros jeitos
de lidar com meu carinho
senão sufocá-lo e combatê-lo

Há jeitos outros
de aproveitar esse carinho,
de apreciá-lo e tê-lo

E o tenho cá dentro, o tal carinho eterno
me aquecendo em noites frias
nesse longo, longo inverno.

text

Deixei meu coração na Bélgica

Vou sempre me lembrar dos jardins de Brugge,
aquela grama, e aquela tarde inteira.

Verdadeiros paraísos escondidos
atrás de portas vermelhas de madeira.

Vou sempre me lembrar daquelas ruas de Brugge,
aquelas fachadas, e teu passo lento.

De câmera na mão e de olhos abertos,
vendo o que não via com teu olhar atento.

Vou sempre me lembrar das carroças de Brugge,
e de seus cocheiros com chapéu de vime.

A pequena cidade medieval que ao seu lado
teve algo de sublime.

December122013

text

Ouverture

Ainda estou bem aqui
e estou bem.

Meu carinho ainda está aqui
também bem, bem.

Ainda estou bem aqui,
coração e mente abertos,
e braços, também.

Não te espero,
e nem penso
que vem.

Tudo bem.

November162013

text

Chinese Whispers

Infinitamente melhor seria
se foramos claros um com o outro

Infinitesimalmente mais dificl seria
se fosses direta comigo

Facilmente se evitaria o intermédio
se houvese querido,
querida.